30 / nov / 2018

Café: um novo biocombustível

O café é uma das bebidas preferidas dos brasileiros. Não é à toa que o país é um dos principais produtores e exportadores de sacas do mundo. O hábito de tomar um cafezinho é uma parte bastante importante da rotina de milhões de pessoas e é difícil encontra quem não goste de pelo menos um dos vários tipos disponíveis por aí.

Além disso, o café também vem aparecendo cada vez mais como um ingrediente bastante versátil na gastronomia. Seu sabor forte e acentuado o tornam um componente indicado tanto para doces quanto para salgados, conferindo aos pratos um gostinho bem característico da nossa terra.

Mas não é somente na xícara e no prato que o café se destaca. Agora, ele começa a tomar protagonismo em uma área bem distante da alimentação, mas também imprescindível para a humanidade: a geração de energia.

O café como fonte de energia

Hoje, a produção de energia mundial depende muito dos combustíveis fósseis, como o carvão, o petróleo e o gás natural. Essa dependência possui dois grandes problemas principais: a poluição gerada por esse tipo de combustível e o fato dele não ser renovável. Ou seja, seu estoque no planeta é limitado e a cada segundo fica um pouco menor.

Por esse motivo, a busca por fontes de energia alternativas e sustentáveis é uma preocupação constante. E assim chegamos ao café. A iniciativa partiu da startup londrina bio-bean, que começou a investir na produção de biocombustível a partir da borra de café, resíduo normalmente descartado. Com o apoio da Shell e da Argent Energy, ela produziu cerca de 6.000 litros de óleo de café B20 (mistura do óleo com diesel mineral) em três anos.

O desafio da bio-bean agora é viabilizar a produção do óleo de café B20 em uma escala industrial e começar a exportá-la para fora do Brasil. A cada ano, a startup coleta e recicla cerca de 50 toneladas de borra de café, gerando uma economia de cerca de 6,8 toneladas de emissões de CO2 por tonelada reciclada. A cada tonelada reciclada, são produzidos cerca de 200 litros de biocombustível.

Essa iniciativa é muito importante para o mundo e não apenas pelo seu teor sustentável. A utilização do café como combustível pode contribuir para levar energia elétrica para um número gigantesco de pessoas que, ainda hoje, vive sem eletricidade. De acordo com uma estimativa da ONU, esse número é de impressionantes 1,5 bilhões de pessoas. Apenas no Brasil, são 190 mil famílias vivendo sem energia, a grande maioria concentrada na zona rural.

Usos alternativos do café

Além de combustível, o café possui outros usos alternativos bastante interessantes. Conheça alguns dos principais:

1. Esfoliante
Café faz bem para a pele. A borra de café, por causa da textura e também da própria cafeína, funciona como um ótimo esfoliante. Basta misturar com meia colher de azeite de oliva e esfregar pelo corpo durante alguns minutos, enxaguando em seguida. O café também pode ser utilizado para combater a celulite. Nesse caso, deve-se misturar o pó com óleo de coco e esfregar a mistura circularmente na área desejada.
2. Deixar o cabelo brilhoso
Seu cabelo também pode se beneficiar do uso café. Você deve aplicar uma solução fria ou em temperatura ambiente de café com água após lavar os cabelos, deixar descansar por cerca de vinte minutos e depois enxaguar. Isso vai dar mais brilho a suas mechas.

3. Purificar o ar
Uma excelente maneira de purificar o ar e torná-lo mais agradável é colocando pó de café em um material poroso. Dessa forma, seu cheiro se espalha pelo ambiente. Se for do seu agrado, você pode ainda acrescentar óleos aromáticos ou cascas de frutas para conferir um aroma diferente.

4. Repelir animais
O café pode funcionar como um excelente repelente caseiro contra insetos e outros animais indesejados. Para afastar formigas, por exemplo, bastar espalhar o pó de café pelas regiões onde elas costumam se concentrar. Fazendo uma mistura com cascas de limão e laranja, é possível afastar gatos. E se a intenção for proteger seu bichinho de estimação da ação de pulgas, basta esfregar um pouco de café úmido pelo corpo dele.

5. Evitar maus cheiros
Uma das funções onde o café atua com mais eficiência é no combate a odores desagradáveis. Uma xícara com um pouco do pó faz o serviço em ambientes menores e espaços fechados, como na geladeira e em prateleiras. Se você quiser tirar algum cheiro das mãos, basta esfrega-las com um pouco do pó de café e depois lava-las com água morna.

Tão adorado pelo mundo, o café tem tudo para se tornar ainda mais importante em nossas vidas, deixando de ser apenas uma bebida para brilhar como uma fonte sustentável de energia. É claro que, apesar dos avanços, ainda falta muito para chegar lá, mas a simples existência de iniciativas nesse sentido já serve para reforçarmos nossa esperança e valorizarmos ainda mais aquele cafezinho depois do almoço.