10 / jan / 2020

Expansão da faixa de areia em BC traz benefícios e modernidade

A Praia Central de Balneário Camboriú é uma das mais disputadas do Brasil. Com sua beleza, mar tranquilo e infinidade de atrações na Avenida Atlântica, ela fascina cada vez mais turistas de todo o país e do mundo, que lotam os espaços de areia durante a temporada. 

Além disso, Balneário Camboriú tem o 3º metro quadrado mais caro do país, intensamente disputado. Fica atrás apenas de São Paulo e Rio de Janeiro, de acordo com o Índice FipeZap de Preços de Imóveis Anunciados. 

“Isso atrai pessoas que buscam um ambiente seguro, mas um ambiente que tenha estrutura para você viver com qualidade de vida”, explicou ao G1 o diretor da PROCAVE Nivaldo Pinheiro.

Investimento em qualidade de vida

Para trazer mais conforto aos frequentadores da praia, assim como protegê-la das ressacas do mar, a Prefeitura de Balneário Camboriú resolveu realizar o alargamento da faixa de areia. No dia 18 de dezembro de 2019, o prefeito Fabrício Oliveira anunciou o lançamento da licitação. A expectativa é que a obra seja iniciada em março de 2020.

“Esta é uma obra marcante para nossa cidade, uma obra esperada há muito, primeiro no sentido de proteção da praia, depois como impulsionadora de melhorias no nosso principal cartão-postal: a Praia Central. Esta recuperação de faixa de areia devolve à Praia Central as condições que ela tinha originalmente e proporciona a oportunidade de oferecermos, num segundo momento, equipamentos que melhorarão em muito a qualidade da praia para o morador e o turista”, declarou o prefeito Fabrício Oliveira durante o evento.

Para o prefeito, a obra é um marco importante de crescimento econômico sustentável que beneficiará toda a cidade, concretizando uma aspiração de décadas.

Entenda o projeto

Atualmente, a Praia Central possui em média 25 metros de largura de areia. O projeto de alargamento prevê que a praia passe a ter cerca de 70 metros em toda a extensão, podendo a chegar até 90 metros em alguns pontos. Além disso, 200 metros de areia ficarão submersos, colocados para criar o declínio correto no mar.

“Imagina o quão agradável será você poder utilizar uma faixa de areia muito maior, com conforto e poder usar um um equipamento urbano muito mais amplo, moderno e seguro para praticar seu jogging, bicicleta, enfim, o esporte que você gosta com conforto”, comenta Clóvis de Albuquerque Filho, Gestor Comercial da PROCAVE. “A obra traz benefício, é óbvio, para os empreendimentos frente mar, mas também será imensamente positiva para toda a cidade”, completa.

O projeto do alargamento da faixa de areia de Balneário Camboriú foi criado com base em análise de dados dos últimos 40 anos e projeção para os próximos 100. Além disso, está prevista para 2021 a segunda etapa da obra: a reurbanização da orla através do investimento em equipamentos urbanos modernos, o aumento de uma faixa exclusiva para transporte público ao longo da avenida, nova ciclovia mais segura e ampla, pista de caminhada e ampla calçada.

A estimativa para o aterro é de R$ 85 milhões, que será pago através de empréstimo já aprovado pelo Banco do Brasil. É esperada uma média de 6 a 9 meses para a finalização primeira etapa da obra, que é o aterro e engordamento da praia, com mais de 2 milhões de m³ de areia. Assista abaixo ao vídeo da Prefeitura de Balneário Camboriú que mostra prévias de como será o resultado da obra:

De fato, uma obra que trará profundos e duradouros benefícios para todos os moradores e também os turistas que frequentam a cidade, criando mais conforto, segurança e proteção, assim como maior modernidade e beleza para a já maravilhosa Balneário Camboriú.